Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



“DIA DO CORINTHIANS” PRIMEIRA INICIATIVA DO DEPUTADO ANDRÉS CAI NO RIDÍCULO E VIRA PIADA

Publicado em: 26/2/2015

Deputado federal mais votado pelo PT no estado de São Paulo, Andrés Sanchez foi acusado de propor o “Dia do Corinthians”; pegou tão mal que até o corintiano Juca Kfouri desceu o sarrafo; “É bem provável que este seja o fim de Sanchez na Câmara dos Deputados, tal o ridículo de que se reveste seu primeiro Projeto de Lei”, disse ele; “Nem o Brasil nem o Corinthians precisam deste tipo de político”; no Twitter, Sanchez disse que apenas apoiou a iniciativa; “Não fui eu que fiz esse projeto do dia do Corinthians, foi o deputado Goulart. Simplesmente só apóie (sic), mais nada (sic). Qualquer projeto que você for apoiar, tem que assinar, mas também não é crime esse progeto (sic). Bom, cada um fala e escreve como quer, mas somos um povo, infelizmente, com muita ipocresia (sic)”, escreveu.

Deputado federal mais votado pelo PT de São Paulo, Andrés Sanchez já se meteu em polêmica na Câmara dos Deputados. Foi acusado de tomar, como primeira iniciativa, a proposta de criação do Dia do Corinthians. Pegou tão mal que até o corintiano Juca Kfouri desceu o sarrafo:

A história se repete como tragédia

Juca Kfouri

Deputado federal eleito com 170 mil votos, o mais votado do PT em São Paulo, Andrés Sanchez, ex-presidente do  Corinthians, apresentou ontem seu primeiro projeto no Congresso Nacional: quer instituir por lei o Dia do Corinthians.

A data escolhida, como não poderia deixar de ser, é o dia da fu.ndação do clube, 1o. de setembro.

Sanchez parece querer imitar o ex-deputado Eurico Miranda, que gostava de dizer que não era deputado para defender os eleitores do Rio de Janeiro, mas, sim, os vascaínos.

Até que, um belo dia, foi cassado pelo eleitorado que não o reelegeu.

É bem provável que este seja o fim de Sanchez na Câmara dos Deputados, tal o ridículo de que se reveste seu primeiro Projeto de Lei.

Nem o Brasil nem o Corinthians precisam deste tipo de político.

Depois da confusão, Sanchez foi ao Twitter para se defender. O resultado foi ainda pior. Eis o que ele postou:

“Não fui eu que fiz esse projeto do dia do Corinthians, foi o deputado Goulart. Simplesmente só apóie (sic), mais nada (sic). Qualquer projeto que você for apoiar, tem que assinar, mas também não é crime esse progeto (sic). Bom, cada um fala e escreve como quer, mas somos um povo, infelizmente, com muita ipocresia (sic)”, escreveu, no seu Twitter, o deputado federal. Na conta, aparece que o perfil é “administrado pela assessoria de imprensa”.

Ao ser confrontado com os erros de português, disse que o perfil é administrado por sua assessoria de imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*