Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



DERROTA NA CÂMARA É “SINAL VERMELHO PARA DILMA”

Publicado em: 03/2/2015
LAYCER TOMAZ/Câmara:

Vitória de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) “explicita um esgarçamento sem precedentes, na era PT, da coalizão de apoio ao Governo”, analisa Tereza Cruvinel, em seu blog no 247; jornalista lembra que o governo deve perder o comando da Comissão de Constituição e Justiça, além de outras importantes, e destaca que o fato de o petista Arlindo Chinaglia ter obtido apenas 136 votos “significa que nem o próprio bloco votou integralmente nele, numa indicação do quanto é grande, neste momento, a resistência dos parlamentares ao governo” e “que é com esta pequena base que o governo pode contar mesmo, para o que der e vier, em horas difíceis”

“A derrota sofrida pelo governo Dilma na eleição para a Mesa da Câmara vai muito além da vitória do desafeto Eduardo Cunha. Ela explicita um esgarçamento sem precedentes, na era PT, da coalizão de apoio ao Governo”. A análise é da jornalista Tereza Cruvinel, em seu blog no 247.

Ela ressalta que, como “conquistou o direito de fazer as três primeiras indicações de presidentes de comissões”, o bloco formado pelo peemedebista “obviamente” deverá presidir a Comissão de Constituição e Justiça, “pela qual devem passar preliminarmente todas as propostas legislativas” e onde “também os projetos podem ser vítimas da ‘morte súbita’, caso a comissão o declare inconstitucional”.

Depois, continua a colunista, devem vir a poderosa Comissão Mista de Orçamento e a Comissão de Fiscalização e Controle, “o terror de todos os governos, podendo ela convocar ministros e autoridades para prestar esclarecimentos”.

O fato de o deputado petista Arlindo Chinaglia ter obtido apenas 136 votos “significa que nem o próprio bloco votou integralmente nele, numa indicação do quanto é grande, neste momento, a resistência dos parlamentares ao governo”, avalia Tereza. E “que é com esta pequena base que o governo pode contar mesmo, para o que der e vier, em horas difíceis”, constata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*