Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



COSTA DIZ QUE CASA CIVIL FOI INFORMADA DAS “DIFICULDADES” NA PETROBRAS

Publicado em: 02/12/2014
Costa diz que Casa Civil foi informada de 'dificuldades' na Petrobras

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou nesta terça-feira (2) que a Casa Civil foi informada por ele, por e-mail em setembro de 2009, das dificuldades da estatal no Tribunal de Contas da União (TCU). Na ocasião, a Casa Civil era comandada pela então ministra-chefe Dilma Rousseff. Durante acareação da CPI mista, Costa disse que não pode concluir se Dilma tinha conhecimento do esquema de corrupção na estatal. Segundo reportagem da revista Veja, o TCU havia recomendado ao Congresso a imediata paralisação de três grandes obras da estatal – a construção das refinarias Abreu e Lima, em Pernambuco, e Getúlio Vargas, no Paraná, e do terminal do porto de Barra do Riacho, no Espírito Santo. Costa mandou um e-mail para a Casa Civil lembrando que, em anos anteriores, houve “solução política” para contornar as decisões do TCU e da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional”. O ex-diretor de Abastecimento negou que o objetivo do alerta à Casa Civil, na ocasião, seria o de continuar com o esquema de corrupção, conforme relatado pela Veja. Ele disse que a revista “deturpou um pouco” o e-mail e que na época já estava “enojado com esse processo todo” que envolvia a Petrobras. Por isso, disse, fez o aviso assim como nos anos anteriores. “Fiz este alerta que estava me enojando, não foi nenhuma alerta para continuar esse processo”, afirmou. Paulo Roberto Costa também recusou que estivesse quebrando a hierarquia na estatal. Segundo ele, o então presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, foi informado de que ele iria remeter a correspondência eletrônica à Casa Civil. Após as declarações de Costa, a oposição anunciou que vai apresentar um requerimento de convocação de Erenice Guerra, ex-braço-direito de Dilma na Casa Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*