Bem Vindo ao Correio do Oeste - 11 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

Consórcio não é para contrapor Bolsonaro, diz governador da Paraíba

Publicado em: 29/7/2019

João Azevedo (PSB) minimizou polêmica com presidente da República, que chamou líderes nordestinos de “paraíbas”: “São águas passadas”

Luiz Felipe Fernandez / Matheus Morais
Foto: Matheus Morais/Bahia.ba
Foto: Matheus Morais/Bahia.ba

 

Presente em encontro de líderes que formam o Consórcio do Nordeste nesta segunda-feira (29), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), o governador da Paraíba, João Azevedo (PSB), falou sobre a importância do grupo e negou que tenham a intenção de “contrapor” Jair Bolsonaro.

Ele reforçou que o objetivo é atrair investimento estrangeiro, para superar um cenário de rombo orçamentário nos cofres do governo Federal. O governador alega que o Consórcio já tem apresentado uma boa aceitação no mercado, tanto com a União Europeia quanto com o BRICS.

Depois de se recusar a descer o “nível” e partir para ofensa após o presidente da República se referir aos governadores do Nordeste como “paraíbas”, Azevedo prefere agora esquecer o assunto: “São águas passadas”. Ele defende uma relação “republicana” entre governadores e o presidente, mas reconhece, contudo, que a declaração de Bolsonaro foi “extramente infeliz”.

“Foi uma declaração infeliz, extremamente infeliz. Tentou atingir, evidentemente, o companheiro Flávio Dino (PCdoB), e depois em um remendo, colocou a Paraíba na discussão. Para gente, são águas passadas, e não interessa esse tipo de disputa”, afirmou.

“Para os governadores, interessa ter uma relação republicana e de respeito, que os estados merecem, pelo povo nordestino. Isso que vamos buscar. O estado representa a voz desse povo, que exige respeito”, complementou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*