Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









CONSELHEIRO PEDE AFASTAMENTO DO PROCESSO CONTRA GEDDEL

Publicado em: 23/11/2016
Indicado por Geddel Vieira Lima para a Comissão de Ética da Presidência, o conselheiro José Saraiva Filho decidiu nesta quarta-feira que não vai mais participar do processo instaurado na comissão contra o ministro da Secretaria de Governo. Nesta manhã, Saraiva enviou comunicado ao presidente do colegiado, Mauro Menezes, em que declara “suspeição por fatos supervenientes” levantados nos últimos dias pelos veículos de imprensa.
“Este conselheiro vem perante Vossa Excelência requerer que seja registrado nos autos da Representação acima referida, na qual figura como investigado o ministro Geddel Vieira Lima (…) meu afastamento da apreciação da matéria objeto do procedimento, devido à suspeição por fatos supervenientes, consistentes nos questionamentos divulgados em veículos de comunicação, a respeito da minha isenção para atuar na questão, o que recomenda o afastamento do referido procedimento que se iniciou no último dia 21 de novembro”, diz a manifestação.
Saraiva disse que pediu mais tempo para analisar o processo por não ter tido tempo para analisar o assunto previamente. Posteriormente, reviu a decisão e acabou votando pela abertura do processo.
Calero pediu demissão do cargo de ministro da Cultura na última sexta-feira, dizendo que foi pressionado pelo ministro da Secretaria de Governo a intervir junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para liberar a construção de um edifício de alto padrão em Salvador, onde Geddel tinha um imóvel.
O empreendimento não foi autorizado pelo instituto e por outros órgãos por ferir o gabarito da região, que fica em área tombada. Geddel admitiu ter conversado com Calero sobre a obra, mas negou tê-lo pressionado.
Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*