Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









Computadores ligados a suposto ‘gabinete do ódio’ podem ter provas de esquema

Publicado em: 24/8/2020
Computadores ligados a suposto 'gabinete do ódio' podem ter provas de esquema

Foto: Reprodução / Agência Brasil

A Secretaria de Comunicação do governo federal afirmou que os computadores de supostos integrantes do gabinete do ódio não recebem formatação desde o início do mandato do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

 

As máquinas de Tercio Arnaud Tomaz e José Matheus Sales, assessores lotados no Planalto, e do assessor-chefe para Assuntos Internacionais, Filipe G. Martins, receberam a última formatação em 9 de janeiro de 2019.

 

De acordo com a Época, os celulares funcionais dos três, um Iphone 5s, um Motorola G7 Play e um Iphone 7, respectivamente, não apresentam datas de formatação e também poderiam conter dados antigos.

 

As informações foram enviadas após pedido do deputado federal por São Paulo Ivan Valente (PSOL) e leva a acreditar que os equipamentos poderiam ainda conter algum tipo de indício contra eles.

 

A oposição pediu a apreensão dos materiais na CPMI das Fake News, o que ainda não foi votado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*