Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









COM CONFUSÃO DE MINISTRO, DENÚNCIA CONTRA RENAN CALHEIROS PODE FICAR PARA 2017

Publicado em: 26/6/2016
Com confusão de ministro, denúncia contra Renan Calheiros pode ficar para 2017
Foto: Carlos Humberto / SCO / STF
Com o intuito de que o STF julgasse primeiro o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, o ministro Eduardo Fachin colocou e retirou da pauta a denúncia contra o presidente do Senado, Renan Calheiros, Mas essa decisão pode fazer com que Renan só seja julgado em 2017. De acordo com a revista Veja, ao receber informações da PGR, solicitadas pela defesa de Renan no caso que investiga repasses de dinheiro a Mônica Veloso, o ministro classificou a peça como um “aditamento à denúncia”. No entanto, nenhum aditamento foi solicitado pelo MPF. Com essa medida, terão que ser abertos prazos para novas manifestações da defesa do senador e também do Ministério Público. Levando em conta que Renan só deva ser notificado oficialmente após o recesso do Judiciário, há previsão de que a pauta só esteja pronta para julgamento em meados de outubro. Assim, com a pauta do Judiciário sempre cheia, a análise da denúncia pode ser adiada para o ano que vem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*