Bem Vindo ao Correio do Oeste - 9 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

COCÁ APONTA SURPRESA COM PERMANÊNCIA DE RUI NO GOVERNO MAS DESCARTA ROMPIMENTO DO PP

Publicado em: 07/3/2022

O prefeito de Jequié e presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Zé Cocá (PP), admitiu que a decisão do PT baiano em manter o governador Rui Costa na cadeira até o final do mandato pegou o Progressistas de surpresa. A informação foi confirmada pelo senador Jaques Wagner (PT) na manhã desta segunda-feira (7), em entrevista à rádio Metrópole, que também comentou a falta de entusiasmo do senador Otto Alencar (PSD) em assumir a candidatura ao governo (relembre aqui).

 

“No sábado tivemos a última conversa. Ele [Otto] não demonstrava tesão para fazer a campanha”, disse Wagner. Com a mudança o PT deve ficar a cabeça de chapa e são três nomes que disputam a vaga: a prefeita de Lauro de Freitas Moema Gramacho, o secretário de Relações Institucionais Luiz Caetano e o secretário de Educação Jerônimo Rodrigues.

 

Em conversa com a imprensa, Cocá afirmou que uma reunião com membros do PP, inclusive o vice-governador João Leão, será realizada ainda nesta segunda-feira (7) para definir os rumos do partido para o pleito estadual de outubro. “Vamos ter uma reunião hoje com nosso vice-governador João Leão, vamos avaliar qual é o pensamento disso. Pegou todo mundo de surpresa, mas o partido é maduro e com certeza vai trabalhar pela unidade do grupo”, disse durante entrega de ambulâncias e equipamentos, nesta segunda (7), no Parque de Exposições de Salvador.

 

Durante a conversa, Cocá fez questão de frisar que o partido tinha o sonho de ver o vice-governador assumindo o posto de governador durante nove meses. Contudo, disse que ainda é cedo para falar de possibilidade de rompimento do Progressistas com o grupo político.

 

“Não vamos falar em rompimento, é muito cedo. Vamos falar de trabalho, o grupo sempre foi muito unido, há um trabalho nos últimos 16 anos e é importante que haja união. Claro que todo mundo sonhava com Leão assumir, o nosso governador Rui Costa candidato ao senado iria ajudar muito a composição da chapa, somaria muito a discussão majoritária, mas vamos ver o que realmente está acontecendo. Um choque. De fato a gente via Leão assumindo, nada mais honroso, gratidão a João Leão por estar no grupo há tanto tempo, isso seria bom para todo mundo”, sinalizou.

 

A chance de o PP baiano romper a parceria com o grupo de Rui Costa e Jaques Wagner foi ventilada em uma ação capitaneada pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), que estaria trabalhando pessoalmente para que seu partido apoie o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil) na disputa pelo governo da Bahia este ano (leia mais aqui).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*