Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









CNMP vai investigar conduta de procurador que pediu morte de Marisa Leíticia no Facebook

Publicado em: 06/2/2017
CNMP vai investigar conduta de procurador que pediu morte de Marisa Leíticia no Facebook

Foto: Reprodução/ Facebook
A Corregedoria Nacional do Ministério Público (CNMP) abriu uma reclamação disciplinar para apurar a conduta do procurador de Justiça Rômulo Paiva Filho, do Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG), por publicações que incitam o ódio no Facebook (clique aqui e veja). O procurador chegou a publicar uma mensagem pedindo a morte da ex-primeira-dama do Brasil, Marisa Leítica para abrir logo o “champagne”. A morte de Marisa foi confirmada na sexta-feira (3) pelo Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo,em decorrência de complicações causadas por um acidente vascular cerebral. Paiva, em agosto, sugeriu atear gasolina em Dilma Rousseff e fazê-la de tocha humana para acender a pira olímpica. Com a repercussão de seus posts, Paiva Filho apagou sua conta na rede social. Segundo a Corregedoria Nacional do Ministério Público, as publicações podem caracterizar violação ao dever de manter ilibada conduta pública e particular, e ao de zelar pela dignidade de suas funções. Esses deveres estão dispostos no artigo 110, incisos II e III, da Lei Orgânica do MP-MG. Como determina o artigo 76 do Regimento Interno do Conselho Nacional do Ministério Público, o procurador de Justiça será notificado para, no prazo de dez dias, prestar as informações que entender cabíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*