Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



BURITIRAMA:”PROGRAMA “ÁGUA DOCE” FAZ DIAGNÓSTICOS EM POÇOS NO INTERIOR”

Publicado em: 07/12/2013

935601_1443094519245682_383904243_n
O Prefeito Arival Viana, recebeu nesta quinta-feira (06), a visita do Sr. Hércules Rodrigues Coura-Coordenador de Capacitação de Oficinas da Empresa FH-Engenharia Ambiental, prestadora de Serviços do Ministério ao Meio Ambiente do Governo Federal, para iniciar os trabalhos de diagnósticos para implantação do PROGRAMA AGUA DOCE em Buritirama-BA.

Após reunião com a equipe da Prefeitura, o Coordenador, ofereceu uma curso de Capacitação de uso de GPSs e Máquinas Fotográficas e instruiu 4 representantes da Prefeitura Municipal, no preenchimento e aplicação do Questionário Sócioambiental do Programa. Os indicados pela Prefeitura são os Srs. Rafael Santos Pereira, Josemenon Santos da Silva, Antonio Ramos Marques e Sidney Marques da Silva, que inicialmente identificarão o ambiente local, as condições dos componentes e a vazão dos poços, e obter depoimentos dos moradores das comunidades que serão beneficiadas pelo projeto. Cada colaborador fará diagnósticos em 5 comunidades, perfazendo o total de 20 comunidades visitadas e receberão um aporte financeiro proveniente do Ministério do Meio Ambiente, do Governo Federal.

A localidade escolhida para o início dos trabalhos será Baixão de Gustavo, onde o Coordenador Hércules irá aplicar e demonstrar aos seus instruídos os procedimentos a serem aplicados nas demais comunidades. Os diagnósticos apontam as condições socioambientais e informações sobre os sistemas de abastecimento de água já existentes nas comunidades rurais, que sofrem com a falta de água potável. O PROGRAMA AGUA DOCE, retira o sal da água (dessalinização) extraída de um poço profundo, produzindo água de qualidade para ofertar à população. Buritirama está entre os 41 Municípios Baianos, contemplados com o Programa “AGUA DOCE”, que elegerá 385 localidades do semiárido nordestino que serão beneficiadas com o sistema.

Segundo a administração municicipal a preocupação é em estabelecer uma política permanente de acesso à água de qualidade para o consumo humano, com a instalação desses sistemas de dessalinização nas comunidades que mais sofrem com a falta de água tratada no interior do Município.

Por João Néris DRT 4145/BA Com informações e fotos da Ascom PMB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*