Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









Bolsonarista, Dayane prometeu ‘abraços imaginários’ em quem gravou o presidente

Publicado em: 10/10/2019

por Mauricio Leiro

Bolsonarista, Dayane prometeu 'abraços imaginários' em quem gravou o presidente

Foto: Divulgação

Autoproclamada “deputada federal de Jair Bolsonaro na Bahia”, Dayane Pimentel prometeu “abraços imaginários” a quem gravou ilegalmente o presidente da República nesta semana. A presidente do PSL na Bahia aparece na gravação  da reunião no gabinete da liderança do PSL, em que o deputado federal Delegado Waldir (GO) disse que iria “implodir” o presidente Jair Bolsonaro (PSL) (relembre aqui). No encontro, Dayane e um grupo de deputados se movimentaram contra a articulação do presidente de indicar o filho Eduardo Bolsonaro para assumir a liderança do partido na Câmara. O gesto foi mais um capítulo na disputa entre Bolsonaro e o dirigente nacional do PSL, Luciano Bivar, pelo comando do partido. 

 

“Ele [Bolsonaro] foi gravado? Eu posso dar um abraço imaginário em quem fez isso?”, questionou Dayane Pimentel ao ouvir de Delegado Waldir que o presidente teve conversas registradas. Na suposta conversa gravada, ouvida por oito deputados, Bolsonaro teria pedido a um parlamentar para assinar a lista de indicação de Eduardo Bolsonaro com o argumento de que o líder define mais de cem cargos e influencia na distribuição de recursos do fundo partidário. Ouça:

 

 

Em sua defesa, a Dayane Pimentel publicou em sua página do Twitter neste sábado (19) que a fala sobre o “abraço imaginário” foi infeliz. “O momento que vivemos é infeliz” assentiu. “Só quem conhece os bastidores sabe o que se passa. Eu tenho anos defendendo o presidente Bolsonaro, que também fez e faz declarações infelizes das quais defendo sem pestanejar”, completou a presidente do PSL na Bahia na rede social. A deputada, no entando, ainda não se manifestou se ainda caminha ao lado de Bolsonaro. 

 

Professora Dayane Pimentel

@deppimentel

Minha fala sobre “abraço imaginário” foi infeliz porque o momento que vivemos é infeliz. Só quem conhece os bastidores sabe o q se passa. Eu tenho anos defendendo o Pr. Bolsonaro que também fez e faz declarações infelizes das quais defendo sem pestanejar.

3.636 pessoas estão falando sobre isso

 

A participação de Dayane na reunião na liderança do PSL, como a fala da deputada sobre os abraços imaginários, inflamaram os apoiadores do presidente nas redes sociais. Em meio a pressão e as críticas a Dayane, o seu marido Alberto Pimentel (PSL), secretário Municipal de Trabalho, Esportes e Lazer de ACM Neto, anunciou nesta manhã que não apoia mais Bolsonaro (veja aqui). 

 

Sobre os contestamentos, Dayane respondeu: “Não tenho medo de questionamentos. Apenas me recolhi, pois calar também é alternativa. E o momento é de reflexão. Existe um desgate no partido que será resolvido em busca de contemplar todas as insatisfações. Seja quais forem as decisões, a luta é pelo Brasil. Manterei todos informados”. Dayane ainda não falou abertamente se segue caminhando ao lado do presidente Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*