Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !



ARTHUR MAIA DIZ QUE NOVO BLOCO PARLAMENTAR PODE CRIAR UM NOVO PARTIDO

Publicado em: 11/12/2014

por Luiz Fernando Teixeira

Novo bloco parlamentar pode levar à criação de um novo partido, segundo Arthur Maia

Foto: Divulgação
No mesmo dia em que assumiu como líder do SD na Câmara dos Deputados, o baiano Arthur Maia participou da articulação de um novo bloco parlamentar na Casa Legislativa, com a participação também do PV, PPS e PSB. “Nós entendemos que esses quatro partidos têm condição de fazer uma atuação política não só na câmara mas também fora de lá, pelo tamanho das bancadas. Formamos esse bloco que será oficializado na semana que vem e vamos atuar conjuntamente para tentar construir quando for possível a aliança em todos os municípios. É um bloco que quer atuar de maneira independente pra ter uma força maior do que os partidos podem fazer individualmente e, ao longo da reforma política, podemos até formar um novo partido. Quem sabe?”, declarou Maia. O deputado afirmou que o bloco deverá atuar de forma conjunta já com a mesa diretora da Câmara na próxima semana. Estiveram presentes para sacramentar o acordo o presidente do PPS, deputado Roberto Freire (SP); o líder do partido na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR); o vice-líder Arnaldo Jardim (SP); o presidente do PSB, Carlos Siqueira; o líder Beto Albuquerque (SP), o deputado e vice-governador eleito de São Paulo, Márcio França (PSB-SP); o presidente do Solidariedade, deputado Paulo Pereira da Silva (SP), o deputado Augusto Coutinho (SD-PE) e o presidente do PV, deputado José Luiz de França Penna (SP), além de Maia. O blocão contará com 67 deputados federais (34 do PSB, 15 do SD, 10 do PPS e 8 do PV), mas o líder do SD deu a entender que a união não se restringirá à Brasília. “Conversei com a senadora Lídice da Mata [presidente regional do PSB] muito rapidamente quando não estava formalizado o bloco e ela disse que achava uma boa ideia. As comitivas nacionais entendem que é importante essa união, não é uma ideia isolada na Câmara”, afirmou Maia. O deputado adiantou que o blocão vai ter fazer um rodízio quanto à liderança e pela ordem o primeiro seria o PSB, por conta do número de representantes na bancada. “Quando fui deputado estadual a aliança que tínhamos na Assembleia Legislativa era muito diferente. Tínhamos uma situação em que o bloco tinha PT e PSDB e tivemos uma experiência de rotatividade. Nós sempre conseguimos um jeito. A gente não é ingênuo de não achar que não existe, como em qualquer união, fatores que favorecem e que dificultam a relação, mas temos que analisar como é em cada município”, disse Maia, antecipando que os partidos devem manter a aliança pelo menos até 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*