Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !









Após ‘bancar’ Denice, Rui terá que articular chapa enquanto PT-BA vai focar no interior

Publicado em: 20/8/2020

por Matheus Caldas

Após 'bancar' Denice, Rui terá que articular chapa enquanto PT-BA vai focar no interior

Foto: Divulgação

Com o período de articulações políticas em efervescência, o governador Rui Costa (PT) resolveu agir para alavancar a candidatura da major Denice Santiago à prefeitura de Salvador. E, segundo apurou o Bahia Notícias, caberá a ele focar na campanha na capital baiana. Desta forma, o diretório estadual vai gerir as campanhas no interior do estado. 

 

Rui é quem dá as cartas nos caminhos que o PT deve seguir no estado. Ele quem bancou o nome de Denice, principalmente após a desistência do presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, no final do ano passado (leia mais aqui). O afinco com que ele tratou a candidatura da ex-líder da Ronda Maria da Penha é um dos principais motivos para ele manter atenção redobrada em Salvador.

 

Enquanto isto, para ajudá-lo, o senador Jaques Wagner entrou em campo na última semana, apoiando o ex-governador Rui nas articulações em torno da campanha de Denice.

 

Os líderes petistas terão que trabalhar contra os últimos números apresentados pela major nas pesquisas. Em maio, ela apareceu atrás de pré-candidatos de partidos aliados, como Pastor Sargento Isidório (Avante), Olívia Santana (PCdoB) e Lídice da Mata (PSB) (leia mais aqui). 

 

ENCONTRO ESTRATÉGICO
Embora esteja traçado que ele terá que dar atenção maior para Salvador, Rui deve se reunir com lideranças do PT neste sábado (22) para discutir sobre as estratégias nas 50 maiores cidades do estado. A ele, também deve ser apresentada a lista de nomes para a vice de Denice. O BN apurou na última semana que os petistas já definiram que uma mulher vai ocupar a posição. Nomes de PSB, PSD, Podemos e PL teriam sugerido nomes (leia mais aqui). 

 

Os nomes são guardados a sete chaves, mas, nos últimos dias, disputas contra o PT passaram a ganhar espaço na imprensa. O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, indicou que não faria composição com os petistas “em lugar nenhum nestas eleições” (leia mais aqui). O chefe do PL na Bahia, José Carlos Araújo, por sua vez, fez críticas a atenção dada por Rui nas articulações políticas. Em âmbito nacional, o partido já teria fechado acordo com Bruno Reis para fechar uma aliança em Salvador, reiterada sistematicamente pelo deputado federal Abílio Santana, presidente municipal do PL (leia mais aqui), embora o também deputado Jonga Bacelar (PL) tenha sugerido o nome da sua irmã, Kátia Bacelar, como vice (leia mais aqui). 

 

Enquanto isto, o PSB tem Lídice como pré-candidata; o PSD retirou o senador Angelo Coronel e pôs sua esposa, Eleusa Coronel; e o Podemos, por sua vez, anunciou o deputado federal Bacelar como opção. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*