Bem Vindo ao Correio do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

PREFEITO DE EUCLIDES DA CUNHA ENTRA NA BRIGA PELA PRESIDÊNCIA DA UPB

Publicado em: 07/11/2018
[Prefeito de Euclides da Cunha entra na briga pela presidência da UPB]
07 de Novembro de 2018 às 11:49 Por: Arquivo/BNews Por: Fernanda Chagas

O prefeito de Euclides da Cunha, Luciano Pinheiro (PDT), se viabiliza mais uma vez para a disputa pela presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB). O posto atualmente é ocupado pelo prefeito de Bom Jesus da Lapa (PSD), Eures Ribeiro (PSD).

O nome de Pinheiro soma-se ao da prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, que também já admitiu ao BNews ter colocado seu nome à disposição do PT para o embate. Eures ainda não confirmou se buscará a reeleição. Se posicionará apenas na próxima semana, conforme declarou à imprensa.

Na disputa passada, o prefeito de Euclides da Cunha polarizou com Eures com o apoio do prefeito ACM Neto (DEM) e aliados, a exemplo do vice-prefeito Bruno Reis (DEM) e do ex-prefeito de Feira de Santana Zé Ronaldo, também democrata.

Ao BNews, ele antecipou que já está conversando com alguns alcaides, com os quais possui bom relacionamento. O prefeito diz que se for para o bem da entidade e dos colegas prefeitos, seu nome está no páreo.

Para tanto, confirma que sentará com o partido para debater sobre o assunto ainda esse mês. “Na primeira semana de dezembro, farei um pronunciamento oficial, levando em conta que o foco nesse momento é pela sucessão do deputado Angelo Coronel, na presidência da Assembleia Legislativa”, explicou.

Pinheiro frisa o bom trânsito que possui com o atual presidente da entidade, porém já adota discurso de que os municípios “precisam ser olhados com mais atenção e existem muito avanços a ser conquistados”.

O presidente estadual do PDT, deputado federal Félix Mendonça, por sua vez, disse ainda não estar inteirado sobre o processo eleitoral na UPB, mas antecipou que se houver esse desejo por parte de algum correligionário, inclusive do próprio Luciano Pinheiro, o partido não irá se opor.

“Claro que não. É a vontade de cada um e nós respeitaremos”, afirmou o dirigente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blue Captcha Image
Atualizar

*